sexta-feira, 14 de abril de 2017

FOGO DE VULCÃO

FOGO DE VULCÃO

És ilusão 
Pura paixão
Jogo, desejo e sedução
Tem fogo em teu beijo
Veneno que inebria
O fio da razão
Luar e Prazer
Que vive a cantar
Até o céu fenecer
Pequena imensidão
Arde em teu seio
Sem nenhum receio
Um mar de vulcão
Maré de magma
Sinfonia de caos e cais
E o resto do universo
Para mim tanto faz

Ateu Poeta

14/04/2017
Ateu Poeta, O Historiador de Pacoti. Tema Simples. Tecnologia do Blogger.