terça-feira, 22 de setembro de 2015

O SÓSIA CAP 8: ANAUÊ

O SÓSIA 
CAP 8: ANAUÊ

A guerra civil estoura no Brasil e enquanto os defensores da democracia procuravam os 20 sósias, Dante foi atrás dos últimos 5 e os eliminou pessoalmente um a um e assumiu secretamente as 25 identidades de uma vez e arranjou uma nova para onde transferiu o dinheiro de todas as contas e começou a comprar ações das grandes empresas como: Disney, Microsoft, Facebook, Google, Semp Toshiba, Nokia, etc.

Tudo que fora sugerido pelos sósias mortos foi posto em prática, mas em vez de Rússia e EUA, o primeiro aliado foi a Coréia do Sul e depois a Itália, onde estava a principal máfia do mundo e o Papa pessoalmente já tinha um plano parecido de domínio mundial.

_Meu filho, você tem que convencer o Estado Islâmico a não nos atacar e em contra-partida o Vaticano lhe dará as armas mais pesadas do mundo.

_Sim, eu farei ainda melhor_O ex Dante, que agora se chamava Ali Arafat, puxa um 22 do cós e dá um tiro na testa do Papa no meio do salão onde estava metade da Máfia Italiana e 200 cardeais.

Cada cardeal tirou duas pistolas 45 dos bolsos e começou a atirar em Ali. Os mafiosos tiraram pistolas semi-automáticas e também atiraram em Ali.

Ali caía morto no chão e em seguida entravam mais mafiosos e eclesiásticos no salão imenso. Um padre entrou, pegou o corpo de Ali e falou:_Tragam o Papa! Irei tacar fogo nos dois e culparemos o Estado Islâmico. Não vamos adiar essa guerra mais nem um minuto.

Mas, na verdade, Ali estava vivo e o padre era apenas um integralista infiltrado que realmente queimou o Papa e quando fugia com Ali em um carro roubado, tirando a batina, falou:_Ainda bem, Dante, que esse povo é burro o suficiente para não atirar na cabeça.

_Eu sei que foi um plano suicida, Luís, mas o que importa é que deu certo. Agora, vamos mandar uma mensagem para a Globo como se fosse o Ísis assumindo assassinar o Papa e segura aí que a explosão será grande _ Ali aperta um botão que explode o salão de onde saíram há menos de 20 minutos e também 15 prédios ao redor da principal igreja do Vaticano.

_Qual o próximo passo, Dante?
_Agora é Ali. Iremos encontrar e assassinar o El e culpar o Vaticano, daí mandaremos também mensagem para a Globo.

Os dois olham um para o outro e falam:_Anauê!


Ateu Poeta

22/09/2015

segunda-feira, 21 de setembro de 2015

O SÓSIA CAP 7: NOVA ORDEM MUNDIAL

O SÓSIA CAP 7: NOVA ORDEM MUNDIAL

Após a grande fuga os 25 sósias debatem sobre novos planos em um esconderijo no subsolo de Brasília.

_Eu vou dizer o que iremos fazer doravante_Diz Ramiro imponente._iremos fazer uma Nova Ordem Mundial.
_Nós poderíamos dar um golpe militar_Sugere Rivaldo.
_Com tantos golpes no Brasil, um a mais um a menos não fará diferença_Conclui Ricardo.
_Precisamos de aliados de força, como o Estado Islâmico para que todos nos temam_Sugere Rômulo.
_Ou melhor, precismos de grande inimigos para que o povo veja em nós a tábua de salvação e os segmentos que não apoiariam a ditadura passem a apoiar mesmo que temporariamente. Nesse caso, o Estado Islâmico seria um bom inimigo_Fala Ramón movimentando-se de um lado par o outro como se já visse tudo andando.
_Sim, esse é um bom plano_Concorda Romário_e para tanto nós poderemos criar um falso segmento do Estado Islâmico que explodirá a Câmara e o Senado alguns dias antes da gente invadir o Itamaraty.
_De todo modo, não é mais arriscado que tudo que já fizemos até agora_Afirma Romero levantando os ombros  esfregando as mãos_Nós podemos pegar por aliança os integralistas. Nada melhor do que fascistas para manter um forte poder ditador.

Todos juntos gritaram com a saudação nazista remodulada por Plínio Salgado:_Anauê!

_Como primeiro ato ditatorial nós estatizaremos todas as empresas no país e como segundo ato nós anularemos as contas da Rede Globo para que ela defenda nosso pensamento até o fim_Rodrigo tinha um brilho estranho nos olhos ao pronunciar aquilo.
_Com a Globo nas mãos nós teremos um apoio que se estende por grande parte do mundo ocidental, mas precisaremos de legitimidade dos Estados Unidos par que eles não inventem de dominar o Brasil pra devolvê-lo ao povo enquanto ao povo enquanto rouba o nosso petróleo e também precisamos, por baixo dos panos, de apoio russo direto. Da Rússia teremos três coisas importantes: aprenderemos a lutar cambô, compraremos bombas atômicas e teremos um país páreo para os Estados Unidos caso eles nos traiam_Alerta Rivelino.
_A família Marinho é um contato direto com os EUA, mas e que contato faremos para contactar a Rússia?_Indaga Marcos com preocupação.
_Nós sequestraremos o presidente e o faremos dar a nós os meios para sequestrarmos seus tradutores e o chanceler, depois nós prometeremos por mais dinheiros no BRICS e emprestar alguns bilhões pra que a Rússia invista mais em tecnologia fazendo com que vire um dos países mais ricos do mundo_Sugere Matias.
_Mas, aí nós ficarmos pobres_Conclui Mateus drasticamente. 
_Nós não, o Brasil_Afirma Mórus_Em seguida todos riem muito e tomam taças de vinho e champagne.
_30% da tecnologia russa fica conosco por 10 anos e daí nós os financiaremos por todo esse tempo e a cada novo modo que facilite a invasão aos EUA nós em vez de juros vamos abatendo parte da dívida_Dá a ideia Morfeu.
_E se a Rússia nos trair?_Indaga Danton.
_Aí a gente propõe o mesmo acordo para os EUA e invadiremos a Rússia_Responde Dastan.
_Muito bem, mas não poderemos fazer esses acordos por via eletrônica_Alerta Dartanian.
_Nova Ordem Mundial uma ova,_Diz Dante_ vocês têm que aprender a dizer bum_Ao terminar a fala Dante entra em um compartimento que se fecha metalicamente e ao apertar um botão de um controle em seu bolso faz com que o esconderijo secreto exploda com todos os outros sósias dentro.

Ateu Poeta
21/09/2015

sábado, 19 de setembro de 2015

O SÓSIA CAP 6: O RESGATE

O SÓSIA
CAP 6: O RESGATE

O telefone toca no Bope:_Como? Positivo, irmão._ Edísio desliga e em seguida faz outra ligação.

O telefone toca nas Agulhas Negras:_Capitão, entendido._Edgar desliga e reúne dois pelotões.

Como de costume, o Bope foi o primeiro a chegar e já foi entrando no presídio par resgatar os 20 sósias, mas a P.F. estava lá e reagiu à bala, que logo teve revide das Agulhas Negras e o exército chegou um pouco depois com suas granadas e tanques.

Logo chegaram os jornais anunciando uma guerra civil e chegava mais polícia e mais e mais batalhões seguidos de explosões e helicópteros da Polícia Federal derrubados por caças do exército ,que, por sua vez, eram abatidos por caças da aeronáutica e da Marinha.

Um caveirão entrou e resgatou os 20 sósias com cobertura de 3 tanques. Por todo lado se ouvia o som de metralhadoras e o estrondo de rifles e bombas nas paredes para que os demais presos fugissem e em menos de uma hora todo o presídio havia sido reduzido a escombros, poeira e pó.

Ateu Poeta
19/09/2015

sexta-feira, 18 de setembro de 2015

O SÓSIA CAP 5: O GRANDE ESQUEMA

O SÓSIA 
CAP 5: O GRANDE ESQUEMA


Dos pequenos assaltos a coisa evoluiu para o tráfico de drogas, roubo de moto e carro e até assassinato por encomenda, mas para tudo fluir crescentemente sem parar havia a necessidade de um grande esquema que o impedisse de ir para a cadeia, daí surgiu a família Silva Castelo, onde Ramiro infiltrou Edilson no STE, já pensando em política, Edson no STJ para grande casos, Edísio no Bope caso fosse necessário resgate imediato, Edgar nas Agulhas Negras para reforço no resgate e Eduardo no Exército caso fosse necessário resgate em nível marcial.

A família Rabelo faria um esquema de empreiteiras que participariam de licitações e para isso a família Rodrigues iria dominar a política, uma serve como base para para a outra diretamente por causa das financiamentos de campanha e das criações de editais em projetos para grandes obras.

A família Rabelo infiltrou gerentes em bancos diferentes com dados privilegiados para lobismo de ações e também para facilitar as lavagens de dinheiro vindo da família principal, que é a Ramires, que sendo dona de cinco academias também mexe com tráfico de drogas, dentre elas anabolizantes de todos os tipos.

Ateu Poeta
18/09/2015

quinta-feira, 17 de setembro de 2015

O SÓSIA CAP 4: O PASSADO DE RAMIRO

 O SÓSIA 
CAP 4: O PASSADO DE RAMIRO

Após sobrar apenas Ramiro na cela seus irmãos chegaram e também o governador. Dois dias depois chegaram todos os outros da lista postos na mesma cela.

A verdade é que ainda faltavam 5 membros dos esquemas de Ramiro, os da família Silva Castelo, com Edilson, Edson, Edísio, Edgar e Eduardo. O primeiro é ministro do S.T.E., o segundo do S.T.J., o terceiro é capitão do Bope, o quarto das Agulhas Negras e o quinto general do exército.

Mas, no começo Ramiro era apenas um carioca comum que trabalhava fazendo bico, ora de servente de pedreiro, ora de gari, às vezes até de encanador. 

Um dia foi confundido na rua com um marginal, ainda hoje nem sabe que tipo de marginal, mas o fato é que além de ser inocente ainda iria ser linchado por uma população furiosa, não fosse um detalhe; desde criança Ramiro treinava krav magá que aprendera com seu pai e estava em um nível altíssimo.

Quando foi cercado com gritos de "matem ele", Ramiro, apavorado , concentrou-se em tudo o que sabia, controlando as emoções à espera do primeiro ataque. Tentaram esfaqueá-lo várias vezes e acertar-lhe com pedaços de pau, com ferramentas, pás, enxadas e todo tipo de coisa.

Quando já tinha derrubado uns cem mas não parava de surgir mais gente para agredi-lo, Ramiro enlouqueceu e com duas facas nas mãos resolveu matar todos que pudesse e foi cortando pescoços como quem corta papel.

Quanto mais o suor escorria, mais a fúria lhe fervia o sangue e a multidão só crescia até que veio a imprensa e a tropa de choque com suas balas de borracha e suas bombas de gás lacrimogênio e bombas de fumaça preta e bombas de fumaça branca. Ramiro jogou as facas longe e fez-se de morto tão bem que foi levado junto com todos os outros mortos para o I.M.L. enquanto a ambulância levava os feridos e desmaiados para o hospital.

Ramiro atacou agente funerários e vestiu a roupa de um deles roubando também o carro e abandonando em outra cidade quando a gasolina acabou e ainda meio surtado entrou em um supermercado, roubou uma faca e assaltou um dos caixas, depois partiu de bairro em bairro assaltando, até roubar um 22 de um guarda de posto.

Daí pra frente alugava hotéis baratos, abriu uma conta bancária para onde jogava metade do dinheiro dos assaltos, com a outra metade passou a ir a festas e conhecer todo tipo de gente, pagando a bebida, quando descobriu um falsificador de documentos, então fez 25 nomes falsos dos quais Ramiro foi apenas o primeiro e abriu 25 contas bancárias e depositava o dinheiro soa assaltos em todas para não chamar muita atenção. 

Um dia ouviu falar de uma coisa chamada sósia e saiu pelo mundo a procurar sósias para si e foi convencendo um a um a fazer um esquema em que todos enricariam juntos.

Ateu Poeta
17/09/2015

quarta-feira, 16 de setembro de 2015

O SÓSIA CAP 3: O TERNO

O SÓSIA
 CAP 3: O TERNO

Enquanto o delegado prendia os 5 após imensa discussão, na prisão Ramiro não foi bem recepcionado. Na cela superlotada um homem ,que seria o líder, ao ver o novo colega com ar de rico fala com ar ameaçador:_Belo terno, gostaria muito de vesti-lo. Dispa-se!

Ramiro tira a parte de cima do terno marrom, joga para o chefe da cela e diz: _Se quiser o resto, venha pegar!
_Eu não preciso, os outros farão isso para mim.

Cinco homens entre 2 metros e 2 e 20 se levantaram e de braços cruzados foram até Ramiro, que ainda advertiu: _É melhor vocês não se meterem nisso.

Rindo, um deles pegou uma faca e tacou em Ramiro que ao perceber a intensão adiantou-se e torceu o braço do sujeito, levando-o ao chão e em seguida desmaiando-o com um soco no queixo.

Logo, os demais partiram para o ataque, mas Ramiro derrubou todos. Quebrou o braço direito do primeiro, o joelho esquerdo do segundo, deslocou o queixo do terceiro e quebrou o nariz do quarto.

Os outros presos tentaram linchá-lo, mas ele fez o mesmo com todos. Em pouco tempo o chão estava vermelhíssimo com o sangue de braços, pernas e narizes fora do lugar. 

Vendo aquilo o líder tentou desculpar-se, mas antes de qualquer palavra Ramiro fez sinal para que ele nada dissesse e se aproximou.

_Você tem tanta vontade assim de ter um terno?
_Sim.
_Mas este aqui já é meu._Tacou a cabeça do homem nas grades.

Com o barulho policiais foram olhar o que havia e entraram na cela para retirar todos os feridos.

Ateu Poeta
16/09/2015

MÍDIA MÍTICA

MÍDIA MÍTICA

Já cansei de ouvir que está tudo um caos
Se parar para sentir é apenas um carnaval
Não importa se o ás na manga é de paus
Estátuas escondem o ouro naval

As efemérides estão cheias de lorotas
Divisas, dividendos, agiotas
Alíquota, algorítimos, gaivotas
Gráficos no grafite e ideias rotas

O que incomoda a moda crítica
É a tal da commodity 
Apropriando-se da subida do dólar
E não há quem acredite

A mídia é muito mítica
Dita a ditadura do lar

Ateu Poeta
16/09/2015

terça-feira, 15 de setembro de 2015

O SÓSIA CAP 2: A PRISÃO PREVENTIVA

O SÓSIA 
CAP 2: A PRISÃO PREVENTIVA


Na delegacia o delegado já estava por dentro do mesmo caso Rodrigo Rodrigues há 10 anos e de cara deu prisão preventiva até o julgamento em uma semana.

_Mas, senhor, eu posso fazer uma ligação?_ Pediu o acusado educadamente.
_E para quem seria, senhor Ramires, para algum outro Ramires que no fim das contas ainda não é você?_ Diz o delegado ironicamente.
_Sim. Pedirei para que meus irmãos venham aqui para os devidos esclarecimentos. Vocês estão totalmente equivocados.
_O senhor ficará no presídio até segunda ordem e eu esperarei ansiosamente a vinda dos seus irmãos.

Uma hora depois, aparecem cinco homens praticamente iguais na delegacia, um alega ser Rildo Ramires, outro dizia ser, Rivaldo Ramires, um terceiro seria Ricardo Ramires, o quarto seria Rômulo Ramires, estes todos irmãos de Ramiro Ramires e com eles vinha o governador Rodrigo Rodrigues.

_Então, vocês quatro têm academias, assim como Ramiro? Mostrem-me os documentos._ O delegado estava bravo e desconfiado.
_Sim. E este é o senhor governador, que, atendendo ao nosso pedido, veio desfazer esse mal-entendido ._ Respondeu Rildo Ramires, aparentemente o mais velho.
_E eu não posso ser envolvido num escândalo assim. Isso mancharia a minha imagem política.
_Vossa Excelência vai me desculpar, mas irá também para a cadeia em prisão preventiva enquanto eu apuro isso. _Fala firmemente o delegado.
_Você sabe que nós políticos temos foro privilegiado, imunidade parlamentar._Tenta argumentar o governador Rodrigo Rodrigues em vão.
_Não no meu turno. Está aqui o mandado federal para exatamente 20 prisões: primeiro a família Ramires, com Rildo, Rivaldo, Ricardo, Ramiro e Rômulo; depois a família Rodrigues, com Ramon, Romário, Romero, o governador Rodrigo e Rivelino; a família Rabelo, com Marcos, Matias, Mateus, Morus e Morfeu; e a família Reis, com Danton, Dastan, Dartanian, Darlano e Dante.


Ateu Poeta
15/09/2015

METONÍMIA DE VENTO

METONÍMIA DE VENTO

Quem passa fome não tem nome
Vira metonímia de vento
O cobertor de relento é um frágil e lento andor
Onde a águia vem rapinar
Ceifando os sonhos do condor
O lobo não pode voar
Por isso uiva tão alto
Quando a lua brilha do planalto
Na serra, cerrado ou savana
Só passa uma vez a caravana
Tênue e tenaz tez
De um finito xadrez

Ateu Poeta
15/09/2015

FAUSTO SEM MEFISTOFELES

http://ateupoeta.blogspot.com.br/2015/09/fausto-sem-mefistofeles.html
FAUSTO SEM MEFISTOFELES

O teu sorriso devora meus versos
Cada decote é um mote e moinho
Mundo em mergulho no ninho
Ilusões do caminho
Todos acham que o poeta fala sério
Menos quem deveria a critério
As letras avulsas fazem barulho
Partem o universo em sinfonias de marulho
Tudo se perde quando te vejo
Esqueço até o endereço dos meus olhos
Desejo teus beijos aos molhos
Com a sede de um mês no deserto
Não sei por que este coração é tão incerto
Quanto as tramas de Iago
Fausto sem Mefistofeles por perto
Escriba sem Daymon no lago

Ateu Poeta
15/09/2015

segunda-feira, 14 de setembro de 2015

O SÓSIA CAP 1: A LOIRA DA ACADEMIA

O SÓSIA

CAP 1: A LOIRA DA ACADEMIA


Várias garotas entram na academia, dentre elas uma loira estonteante que parecia ligeiramente mais  bela àquela tarde. O homem de terno se aproximou com olhar fixo, balbuciou algo mas não conseguiu emitir som algum.

_Eu não ouvi, mas você quis me dizer algo?_ Perguntou a mulher à queima-roupa.
_Sim, eu gostaria de convidá-la para tomar um café depois daqui.
_Não vai dar, eu vou me casar nesses dias..._Ela olhou bem para ele e o rosto pareceu-lhe extremamente familiar.
_Seja feliz!_Disse o homem virando-se e indo embora.
_Droga!_Falou a mulher sem querer. E para si mesma disse:_Vá atrás dele, agora!_ Mas, já era tarde. Ao sair da academia não havia mais sinal do homem em lugar algum. Tanto poderia estar em um ônibus, táxi ou mesmo um über naquele trânsito infernal, como também poderia estar de carro próprio, que ela nem saberia qual.

Dois dias depois, na mesma academia, um, novo encontro casual a fez lembrar de onde vira aquele rosto e resolvera indagar ali naquela hora antes que ele fugisse novamente:_Eu conheço você da televisão. Você é o governador?

_Não. Quem dera.
_Irmão?
_Nenhum parentesco, infelizmente.
_Mas há uma semelhança incrível._Insistiu_ Se você fosse o governador eu aceitaria aquele café.
_Sei, mas aí não importaria se fosse eu não e sim o cargo. Além do mais ele deve ser casado. E você mesmo não ia se casar?
_Sim. Mas, o governador é solteiro. Segundo as revistas de fofoca e ele nunca foi visto com nenhuma mulher.
_E quem garante que ele não é gay?
_Eu gostaria de conhecê-lo assim mesmo.
_Então, você aceita sair para tomar um café?
_Você é o governador?
_Não.
_Então, a resposta é não.
_E se eu pudesse participar de uma reunião de negócios onde nós cumprimentaríamos o governador?
_Eu iria com você.
_Nem sabe o meu nome.
_Sei sim, é Ramiro Ramires, o dono de uma rede de academias. Mas, também se chama Rodrigo Rodrigues, o governador. Existem ainda 18 nomes com profissões diferentes, mas todos bem de vida e com um histórico que acabam se encontrando. E por sinal, ponha suas mãos na cabeça e esteja preso!

As algemas são postas e o magnata é conduzido para a delegacia mais próxima em um carro de polícia camuflada com soldados à paisana.


Ateu Poeta
14/09/2015

quinta-feira, 3 de setembro de 2015

QUASAR

QUASAR

Quase não é o bastante
Porque nunca será quasar
Casar a nave com o Quênia
Não a fará dançar

Descendentes de Bragança
Roubam a aliança salutar
Lutar ainda é pouco
O louco quer o jogo virar

Mas não vem
Não vê
Nem ouve
Se houver

Quando tudo é sabre
Nada sabe nadar

Ateu Poeta
3/9/2015

terça-feira, 1 de setembro de 2015

SEM FÔLEGO

SEM FÔLEGO

Fôlego é o que eu perco ao te ver
Meu coração de lego
Já não sabe mais bater
Nem o pulmão respirar

Falta-me o ar nos teu olhos
Em teus esses o universo se esvai
E não volto a ser feliz como noutras eras
Tua boca é quimera de rimas

Que alitera as belas canções
Templo de radiação
Que emana paixão e delírio
Até teus cabelos têm o brilho da ilusão

Ateu Poeta
01/09/2015

TEU FOGO

TEU FOGO

Teu fogo é o jogo mais complexo
A cada amplexo meus poros evaporam
Lava em erupção
Lava e dá brilho 

Aos estribilhos do meu coração
Canção de guerra e paz
A viola no cais veleja novas baladas
Sonas, serenas inatas

Surgem serias aladas 
Jornada de mil quimeras, minha dama
Sem ti só sinto um abismo de lama 
Aforismos sem abrigo

Mas, contigo todo o universo
Faz versos na cama

Ateu Poeta
01/09/2015
Ateu Poeta, O Historiador de Pacoti. Tema Simples. Tecnologia do Blogger.