terça-feira, 9 de setembro de 2014

DEMOLIDOR

DEMOLIDOR

Demônio cego da noite
Com sonar de morcego
Sou advogado
E jamais tenho medo

Não me faço de rogado
Sou lutador
Com um segredo
Sou Demolidor

Como perigo no café da manhã
Se falta justiça no afã
Daí eu surjo 
Com bravura e empenho

refrão:
Cumpro a promessa que fiz ao meu velho
Nunca desisto e uso traje vermelho
(repete 3x)

Ateu Poeta
09/09/2014
Ateu Poeta, O Historiador de Pacoti. Tema Simples. Tecnologia do Blogger.