segunda-feira, 10 de março de 2014

VELA


VELA

Vida
Vela acesa
Que revela átomos propagados
Na grande mesa

Universo afora, nada somos
Ínfimos cromossomos
Menos que gota d’água no mar
Mesmo assim o homem

É animal que vive a sonhar
Alimenta-se de ilusões
Pobres corações sufocados pela vil certeza
De que a natureza do belo some

Quando a chama se consome ao vento
Apagando ao relento qualquer sobrenome

Ateu Poeta

10/03/2014
Ateu Poeta, O Historiador de Pacoti. Tema Simples. Tecnologia do Blogger.